Estabilidade dos Servidores é discutida pelo Senado

Estabilidade dos Servidores é discutida pelo Senado


Diante de tantos ataques à classe trabalhadora, agora os servidores e servidoras têm mais uma preocupação: O fim da estabilidade no funcionalismo público.
O texto do (PLS 116/2017 – Complementar) da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), se aprovado, terá validade para os âmbitos estadual, distrital e municipal. A proposta sugere uma avaliação semestral da “produtividade” de cada servidor. Esta ideia é inaceitável pois rotula o funcionalismo público como uma empresa, voltada à quantidade de serviços prestados. Sabemos que o funcionalismo público deve ser humanizado e sensível para que se possa, verdadeiramente, agir com efetividade nos serviços aos quais se propõe. Vale lembrar que a proposta fere a constituição ao sugerir alterações no poder executivo em todas as esferas, quando este tipo de medida só pode ser tomada pelo governo, e não pelo Senado.


No portal do Senado há uma enquete para apurar o que a população acha de tal proposta. Até o momento, 42.100 pessoas votaram a favor do fim da estabilidade e 149.130 se posicionaram contra tal medida. 
E você? É a favor ou contra o fim da sua estabilidade? Vote na enquete.

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=128876
Autor: Itamar Batista