Sintrapp participa da II Conape

Sintrapp participa da II Conape

A Conferência Nacional Popular de Educação (Conape) teve o objetivo de debater, de forma democrática, o futuro da educação no Brasil. O evento aconteceu entre os dias 15 e 17 de julho em Natal (RN) e contou com a participação de mais de 3.000 pessoas ligadas ou interessadas na construção e no fortalecimento de um projeto de educação democrático. O Sintrapp, como representante de servidoras e servidores que atuam na educação pública não poderia estar de fora deste evento. Representando a entidade, as diretoras Maria Ângela Rubini e Vera Sônia Rodrigues dos Santos participaram dos debates que foram pautados pelo lema: “Educação pública e popular se constrói com democracia e participação social: nenhum direito a menos e em defesa do legado de Paulo Freire”.


A diretora Maria Ângela considera que “estar presente na CONAPE 2022 foi um ato de resistência ao retrocesso e desmonte dos serviços públicos, vividos nos últimos anos no Brasil. O documento base discutido na Conferência, aperfeiçoa e materializa nossas intenções para uma educação pública, gratuita e de qualidade para todas, todos e todes, pilar fundamental para a reconstrução nacional”. A sindicalista, que é professora de formação, ainda acrescenta que “a luta é pela volta do Estado Democrático de Direito, e isso se faz com mobilização, união, e propostas que materializam e fortalecem os serviços públicos à toda população”.

Cabe destacar que a Conape nacional é ponto de encontro dos diversos debates que foram feitos de forma setorizada e regional, em âmbitos e conferências livres municipais, temáticas, regionais, e estaduais. Cada um destes eventos elege delegados que representarão as ideias que foram debatidas na região. Na região de Prudente, a conferência intermunicipal aconteceu em 20 e 21 de agosto do ano passado e foi organizada pelo Fórum Municipal de Educação, que reuniu 53 municípios da região em torno dos debates.  

A diretora Vera Sônia conta que representou, com muito orgulho, o Sintrapp na Conape. “Esta Conferência que valoriza os profissionais da educação veio para esperançar o Brasil nesse momento tão difícil para a sociedade brasileira, valorizando jovens, estudantes, crianças e profissionais da educação, trazendo para debate a educação que queremos no chão de nossas escolas, como um grande desafio para os caminhos da educação do nosso país” e conclui: “Viva Paulo Freire! Viva a Educação! Viva a Conape!”.


A Conferência é organizada pelo Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE), que é composto de mais de 40 entidades atuantes no campo educacional, confederações e movimentos sociais que lutam em defesa da educação. A “Conape da Esperança” produziu um documento final, intitulado “Carta de Natal” que lista as propostas da conferência e pode ser resumido como a propositura de “implementação de uma plataforma em defesa do Estado democrático de direito, em defesa das instituições republicanas, da vida e da soberania popular, dos direitos sociais e da educação, que mobilize, ainda mais, amplos setores da sociedade”.