Sintrapp reafirma posicionamento contrário ao retorno às aulas presenciais durante pandemia

Sintrapp reafirma posicionamento contrário ao retorno às aulas presenciais durante pandemia

Quando o assunto é volta às aulas presenciais, o Sintrapp não tem dúvidas e reafirma seu posicionamento contrário ao retorno das aulas e atividades presenciais nas Unidades Escolares no município de Prudente e região.

Neste momento em que o número de contaminação pela Covid-19 atinge mais de 12 mil pessoas e contabiliza 338 óbitos na região, crescendo diariamente, qualquer ação que contrarie as recomendações dos órgãos sanitários e exponha a vida de educadores, estudantes e toda comunidade escolar deve ser considerada absurda e criminosa.

Diante de impasses, decretos e discussões, a administração, através da Seduc criou o Comitê Intersetorial de Volta às Aulas para discutir e organizar protocolos sanitários e pedagógicos para o retorno às aulas. O sindicato estará acompanhando todas as reuniões, mas de antemão  reafirma seu posicionamento, destacando que a preocupação e a defesa pela saúde e segurança de todas e todos é mais importante que qualquer tentativa de retorno.

Apesar de defender o modelo presencial de ensino por considerar que a tecnologia não substitui o professor e que a interação entre os alunos é essencial no desenvolvimento do aprendizado e nas relações humanas, o sindicato continua defendendo o isolamento social e ressalta que jamais concordará com o retorno das aulas até que haja uma vacina, e que protocolos rígidos de segurança sanitária sejam implementados nas escolas.  A presidenta da entidade, Luciana Telles, ressalta que nenhuma medida de retorno às aulas deve ser tomada antes do controle da pandemia.

O Sintrapp já oficializou todas as prefeituras dos municípios que compõem a base regional do sindicato reafirmando sua posição contrária e também se solidariza com todas as famílias que perderam seus entes queridos nessa pandemia.

Não ao retorno às aulas presenciais!

Ano letivo se recupera, vidas não!

Autor: Tânia Brandão