Sintrapp repudia o Ato ilegal do executivo

Sintrapp repudia o Ato ilegal do executivo

Decreto visa acabar com a carreira do Magistério prudentino. Usando de manobra, prefeito Ed Thomas e secretária de educação, Sirlei Aparecida Gomes, prepararam uma armadilha ao quadro do magistério prudentino, assinando, nesta quinta feira dia 25 de agosto, o decreto de n º 33.375/2022. Uma postura arbitrária, vindo na contramão da valorização tão anunciada em suas promessas de campanha.
Para o Sintrapp, o decreto é ilegal, uma concessão de uma remuneração sem força de lei, e que não atinge o piso estabelecido. “complementação não é salário reforça a presidenta do sintrapp, Luciana Telles , uma vergonha o que a Seduc e prefeitura estão fazendo com os profissionais do magistério e consequentemente com a política pública de educação de Pres. Prudente”.
É importante ressaltar, que o Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, destina verba especifica para a valorização dos profissionais do Magistério.

Autor: Tania Brandão